Assinatura RSS

Memória – ‘Braços Cruzados, Máquinas Paradas’ e a retomada do movimento sindical combativo em SP 78/79. Assista

Publicado em

São Paulo, capital, 1978, estouram as primeiras greves operárias fora do controle do sindicato, dominado por uma diretoria pelega, desafiando a ditadura militar. É o ressurgimento pela base de um longo trabalho nas fábricas levado a cabo por ativistas operários da esquerda clandestina, da igreja católica e do PCB. O longa metragem registra os lances inicias da retomada do movimento sindical combativo, que resultaria anos mais tarde na fundação do PT e da CUT.  Um filme que resgata um momento importante do país, assinalando os estertores da ditadura e a abertura de um novo ciclo político. Assista

Ficha técnica
Braços Cruzados, Máquinas Paradas – 1979
Realização: Grupo Tarumã
Direção e Roteiro: Sergio Toledo Segall e Roberto Gervitz
Produção: Hugo Gama
Direção Musical: Luiz Henrique Xavier
Narração: Othon Bastos
Duração: 76 minutos

Anúncios

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: