Assinatura RSS

Temer imita Fernando Henrique e “senta na cadeira” de Dilma via WhatsApp

Publicado em

Corria o ano de 1985, eleições nas capitais, o país vivia a retomada democrática. Em São Paulo, uma disputa renhida entre Fernando Henrique(PMDB), apoiado pelos setores democráticos e de esquerda, e Jânio Quadro(PTB), um velho e demagogo político, apoiado por setores conservadores e anticomunistas

Foto de Rádio BandNews FM.

Foto: Reginaldo Manente/Estadão

Às vésperas do pleito, a balança levemente se inclinava para Fernando Henrique. Eis que um dia antes da eleição, num gesto de arrogância, o candidato do PMDB posou para uma foto já sentado na cadeira de prefeito.

Resultado: Jânio Quadros levou a melhor, venceu a eleição, e no dia de sua posse como prefeito de São Paulo mandou desinfetar a cadeira, alegando que “nádegas indevidas a usaram”.

O vice-presidente Michel Temer(PMDB-SP), com o vazamento calculado de seu projeto de discurso de posse, revisita o gesto do então candidato a prefeito de São Paulo, Fernando Henrique, sem o celuloide das fotografias, usando um dos disponíveis meios eletrônicos de transmissão de dados da atualidade, o WhatsApp.

Temer ao imitar o gesto de Fernando Henrique corre o risco de ficar longe da cadeira avidamente cobiçada.

Anúncios

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: