Assinatura RSS

Opinião ##Perseguição, assédio moral e sexual na Urbs demandam uma posição do executivo municipal, afirma advogado Sandro Lunard

Publicado em

Continua intensa a repercussão no meio sindical e do direito trabalhista, o caso envolvendo assédio moral e sexual na Urbs, empresa responsável pela gestão dos serviços urbanos da cidade. Para o professor da UFPR e especialista em Direito do Trabalho, Sandro Lunard, o silêncio do executivo municipal “constitui-se na invasão do espaço fronteiriço entre o descaso e a conivência com os possíveis desmandos gerenciais, já apurados pelo Ministério Público do Trabalho”.

Por Sandro Lunard – Via Facebook

A CUT- PR, coerente com os seus compromissos históricos, posicionou-se contra a violência patronal praticada pela Urbs contra os seus empregados – prática de assédio moral e sexual e de despedida arbitrária de testemunhas do inquérito. As referidas condutas já foram denunciadas pela direção do Sindiurbano, sobretudo pelo seu presidente Valdir A Mestriner. 

Porém, a inação e o silêncio omissivo do executivo municipal, acionista majoritário da URBS, repita-se, constante de prática de assédio moral e sexual, combinada a despedidas arbitrárias de advogados que testemunharam no inquérito, constitui-se na invasão do espaço fronteiriço entre o descaso e a conivência com os possíveis desmandos gerenciais, diga-se de passagem, já apurados pelo Ministério Público do Trabalho.

A violação aos direitos fundamentais dos trabalhadores resultou numa ação civil pública promovida pelo MPT. Sendo que o pedido judicial obteve posicionamento favorável na Justiça do Trabalho.

A tutela antecipada, deferida liminarmente, determina a adoção de uma política anti-assédio na empresa pública dos curitibanos!

O momento exige, independentemente dos governantes e partidos, posicionamento claro daqueles que têm sua história marcada pela defesa dos direitos humanos, principalmente da classe trabalhadora.

*É professor da UFPR,  especialista em Direito do Trabalho e um dos sócios do escritório Passos & Lunard

Anúncios

Uma resposta »

  1. Ana Célia

    Ridícula a sua insinuação final Sandro, parece disputa de espaço e total desrespeito aos companheiros que tem o mesmo objetivo e luta que vocês do escritório do André Passos…

    Curtir

    Responder

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: