Assinatura RSS

Federalização do HSBC, uma proposta para o debate

Publicado em

O Blog publica documento que defende a federalização do HSBC como saída para impedir o desemprego de milhares de bancários. O texto foi enviado pelo companheiro Anísio Garcez, do agrupamento Diálogo e Ação Petista. Confira.

Sede do HSBC em Curitiba

CURITIBA NÃO PODE ACEITAR QUE O HSBC VÁ EMBORA DEIXANDO DESEMPREGO E MAZELAS SOCIAIS.

  1. 1. O HSBC comprou o Bamerindus por R$1,00. Nesses anos no Brasil já remeteu para Londres, sua sede mundial, mais de R$ 30.000.000,00 (trinta bilhões de reais) e se for agora vendido ao Bradesco, será premiado com mais R$18.000.000,00 (dezoito bilhões de reais). Enquanto em atividades no Brasil, o HSBC, ao que se percebe das denúncias concentradas no Swissleaks, foi o principal operador de remessas ilícitas de dinheiro para o exterior, servindo, é o que tudo indica, de principal lavanderia de recursos financeiros de duvidosa origem.
  1. A sua venda ao Bradesco, se consumada, cristalizará, por um lado, a absolvição completa dos possíveis crimes cometidos contra os interesses nacionais e, por outro, implicará não só a concentração ainda mais abjeta do capital financeiro, mas a transferência da Sede do HSBC para a ‘Cidade de Deus’ em Osasco, além do desemprego de mais de 6.000 bancários em Curitiba, com conseqüências dramáticas para os pequenos comércios instaladas nos arredores de seus estabelecimentos na Vila Hauer, na Avenida Kennedy  e no Xaxim. O Brasil como um todo e, de forma especial, o Paraná e Curitiba sofrerão o impacto de imensos prejuízos.
  1. Nesta conjuntura de crise macro-econômica, os empregados do HSBC deverão ter os seus empregos defendidos a qualquer custo e, com isto, serão defendidas também todas as empresas comerciais e notadamente de serviços e alimentação (quase todas de pequeno porte) que giram no entorno HSBC.
  1. O caminho das indenizações de ‘danos morais’ por assédio, só isto, não dá conta do mais importante: a defesa intransigente da dignidade do trabalhador através da garantia de seu emprego.
  1. É preciso entender que para os bancários do HSBC, para o Paraná e especialmente para Curitiba, não é sequer concebível admitir-se a venda para o Bradesco (ou qualquer outro banco com sede em outra cidade de outro Estado) porque, além dos imensos prejuízos regionais como o desaparecimento de 85 milhões de reais de ISS (Imposto sobre Serviços) no orçamento de Curitiba, restarão desempregados mais de 6.000 bancários paranaenses, curitibanos, além do desaparecimento de outros empregos indiretos, com os efeitos nefastos à subsistência de milhares de famílias.
  1. Estas circunstâncias impõem a federalização do HSBC como forma de manter sua estrutura central em Curitiba, através do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, mantendo toda a sua estrutura instalada, todos os empregos garantidos, até porque os seus empregados têm todas as condições de dirigir as suas atividades, altamente lucrativas, diga-se.

Em síntese: A FEDERALIZAÇÃO E REGIONALIZAÇÃO DO HSBC CONSTITUEM MEDIDAS INDISPENSÁVEIS PARA NÓS, PARANAENSES.

  1. Outra questão a ser solucionada é impedir, no interesse nacional, o HSBC de sair do Brasil até que sejam apuradas todas as denúncias contra suas atividades em território brasileiro, seja a fuga de capitais, a lavagem de dinheiro, além de outros prováveis delitos contra o sistema financeiro. Apuradas e comprovadas as denúncias, além das eventuais punições penais, o Brasil não pode afrouxar na exigência da completa reparação dos danos, inclusive com repatriação de dinheiro ilegalmente remetidos para outros países. Neste sentido, é preciso lembrar que existe uma CPI no Senado que apura estas irregularidades e que ainda não concluiu seus trabalhos.
  1. À partir desta posição o Diálogo e Ação Petista de Curitiba e Região, agindo como o PT agia, considera da maior importância a formação da mais ampla frente social, política, sindical e popular contra a venda do HSBC.

         Diálogo e Ação Petista de Curitiba e Região – 08/09 – aniversário de Curitiba

Anúncios

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: