Assinatura RSS

Primo do governador Beto Richa(PSDB) no xilindró

Publicado em

Luiz Abi, primo de Beto Richa, é preso pelo GAECO

Foi preso na tarde desta segunda-feira (16) Luiz Abi, primo do governador Beto Richa (PSDB). Abi foi preso preventivamente pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), por determinação do juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio.

Ele estava num hotel em Curitiba quando recebeu a voz de prisão. Ele é suspeito de fraude numa licitação de R$ 1,5 milhão para o conserto de carros do governo do Estado. A empresa Providence foi contratada emergencialmente em dezembro do ano passado.

De acordo com reportagem publicada pela Gazeta do Povo em janeiro, por estar sem crédito com oficinas de Curitiba, o governo do Estado apelou para oficinas do interior para consertar viaturas da PM. A suspeita é de que a oficina superfaturasse os serviços, possivelmente cobrando a mais pelo preço das peças usadas nos veículos.

Além do primo do governador Beto Richa, foram presos preventivamente, o proprietário do Providence Auto Center, Ismar Ieger; o empresário Roberto Tsuneda, proprietário da KLM Brasil Indústria Eletrônica, de Cambé, detido preventivamente para que o Ministério Público apure irregularidades nos contratos entre a sua empresa e o Governo do Estado; e o advogado José Carlos Lucca, de Londrina. Seu grau de envolvimento nos crimes investigados não foi divulgado pelo Ministério Público.

A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Londrina revelou que as prisões desta segunda-feira fazem parte de uma terceira vertente das investigações que tiveram início em janeiro após a prisão do auditor fiscal Luiz Antônio de Souza. De lá para cá, o Ministério Público (MP) apresentou diversas denúncias contra os suspeitos de integrarem o esquema de exploração sexual e iniciou, ainda, apuração envolvendo um suposto enriquecimento ilícito de auditores da Receita Estadual em Londrina.

A terceira vertente, conforme a promotoria, envolve supostos danos ao patrimônio do Governo do Estado. Um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido em uma oficina mecânica de Cambé, que segundo informações apuradas pela reportagem presta serviços a órgãos estaduais.

unnamed-131

Luiz Abi chegando ao GAECO em Londrina. A foto é do jornalista Alberto Dangele/TV Coroados

*Com informações da Folha de Londrina e Jornal de Londrina

Anúncios

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: