Assinatura RSS

Opinião ## Dos discursos da presidenta Dilma

Publicado em

Vi e ouvi duas vezes o pronunciamento da Presidente Dilma

logotopo

Por Daniel Godoy Jr.*

Uma certeza: vem aí mais privatizações (para acalmar o mercado e buscar atração de investimentos estrangeiros), além da tentativa de viabilizar no Congresso, a aprovação das MP,s 664 e 665.

Não vi nenhuma “carga” dirigida a camada menos expressiva e mais abastada (bilionários) do País.

Nenhuma linha sobre o caso das contas do HSBC, que estão (ao que parece) sob investigação.

Nenhuma linha sobre democratização da mídia, aprofundamento da democracia e medidas concretas de respeito as conquistas mais expressivas dos últimos anos.

O apelo ao Congresso (mais fragilizado e sem moral ainda mais depois do Presidente do Senado e da Câmara serem investigados na Lava-Jato) indica que a Presidente está prisioneira de uma lógica que a torna dependente de um Parlamento sem credibilidade.

Discurso apelativo e recuado, apelando ao emocional e abusando de subjetividades como povo, país, família, espiritualidade e fé.

Sou a favor de tudo isso, porém, para nós, que defendemos mais mudanças para mais avanços, há necessidade de prosseguimento na viabilização das propostas de radicalização democrática, dentre as quais se insere a reforma política e a Constituinte Exclusiva.

Para isso, defender a Petrobrás, as conquistas sociais e posicionar-se contra as medidas de ajuste fiscal, são, ao contrário do afirmado, medidas que atendem aos milhões que votaram nela por mais mudanças.

Quem deve pagar mais pela crise é quem lhe dá causa, na União Europeia, por exemplo, tão citada pela Presidente.

Sabemos que os rentistas e banqueiros, não estão sendo afetados por medidas do Governo.

Enfim, participar das mobilizações sociais do dia 13 de março, convocadas por Centrais sindicais e movimentos sociais, deve significar a construção de uma ampla aliança de todos os trabalhadores e segmentos médios que através de suas organizações sociais e políticas, devem impor – pelas massivas manifestações – ao governo medidas que atendam aos mais desfavorecidos e não impliquem colocar sobre os ombros dos mesmos de sempre a conta das crises.

Este é o apoio de que o Governo precisa, para fazer o que deve ser feito e não para cumprir um programa do candidato derrotado.

*Advogado, da Coordenação Nacional do Diálogo e Ação Petista-DAP-PT

Anúncios

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: