Assinatura RSS

Fim do “tratoraço”, um resultado da luta do magistério e do funcionalismo do estadual

Publicado em

Depois da derrotada tentativa de golpear as aposentadorias e pensões do funcionalismo, além do projeto de cortes em direitos de professores, o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano(PSDB), anunciou que não vai mais recorrer ao antidemocrático e abusivo mecanismo da “comissão geral” na tramitação dos projetos no parlamento estadual.

10985600_10152945837048889_1139849377985630732_n

Utilizado de forma abusiva e recorrente, o conhecido “tratoraço” foi sempre o método adotado durante a primeira gestão do governador Beto Richa(PSDB) para aprovar, sobretudo, matérias e projetos antipopulares.

Mesmo contando com uma bancada amplamente majoritária e servil, Beto sempre recorreu ao instrumento da “comissão geral”, mecanismo que impede o debate parlamentar prévio nas comissões e plenário, um rito sumário para votar sem debater as medidas e projetos do executivo.

Aliás, o Paraná é o único estado da federação que utiliza tal mecanismo, que avilta o trabalho dos parlamentares e descaracteriza a função do parlamento.

Como não confio nem um tantinho na turma do Beto Richa, vamos continuar a pressão para a acabar com essa excrescência.

Anúncios

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: