Assinatura RSS

Dinheiro Sujo: Lavanderia HSBC manteve contas secretas de 8 mil brasileiros na Suiça

Publicado em

HSBC manteve contas secretas de 8 mil brasileiros na Suíça. São mais de 100 mil contas de clientes de todo o mundo. Entre eles, criminosos, traficantes, ditadores, socialites, escroques, religiosos, mafiosos, estrelas de cinema e empresários.

Emprestimos Banco HSBC

O banco britânico HSBC manteve 106 mil contas secretas em sua filial na Suíça, com dinheiro fruto de supostos esquemas de evasão de divisas e sonegação fiscal. As operações ilegais foram denunciadas no domingo (8), pelo Consócio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ).De acordo com documentos apresentados pela investigação, aparecem na lista 8,7 mil contas de 6,6 mil brasileiros, com valores que chegam a R$ R$ 19,4 bilhões, depositados ilegalmente no exterior.Entre donatário das contas mantidas em segredo estão pessoas cujos nomes aparecem em listas de sanções internacionais, criminosos foragidos, traficantes de diamantes e armas, ditadores, famosos, políticos e empresários, de 203 países, que enviaram grandes remessas de dinheiro, nem sempre declarados em seus países de origem. Juntas, as contas possuem mais de U$ 100 bilhões em depósitos.

O Brasil aparece em quarto lugar entre os países com maior número de clientes com contas secretas no banco, registradas desde a década de 1970 até o ano de 2006. Entre os brasileiros identificados estão o banqueiro Edmond Safra, um dos donos do Grupo Safra, falecido em 1999.

Na lista internacional aparecem nomes como o piloto Fernando Alonso; cantor David Bowie; rei de Marrocos, Mohammed VI; rei da Jordânia, Abdullah II, designer de moda Valentino; modelo Elle McPherson; ator Christian Slater; banqueiro Edouard Stern e motociclista Valentino Rossi.

Os jornalistas da ICIJ, rede formada por 45 veículos de comunicação de todo o mundo, tiveram acesso a documentos roubados, em 2008, por um ex-funcionário do HSBC em Genebra, Hervé Falciani. Os documentos mostram também a existência de denúncias de que o banco tinha conhecimento de práticas ilícitas de alguns clientes.

A denúncia revela ainda a movimentação de alguns clientes, com saques de grandes quantias de dinheiro vivo.

O sistema bancário suíço é famoso por abrir contas de forma facilitada e receber quantias sem a devida comprovação de origem e quitações fiscais. O modo de operar contas em segredo é alvo constante de investigações e é fortemente criticado por governos de todo o mundo por abrigar paraísos fiscais.

Em nota enviada à agência de notícias France Presse, a filial suíça do HSBC reconheceu as ilegalidades nas operações bancárias, mas afirmou que os erros foram sanados. O banco declarou ainda ter feito, a partir de 2007, “reformas significativas” e expulsado “clientes que não atendiam aos padrões HSBC, inclusive aqueles sobre os quais nós tínhamos preocupações relacionadas a pagamento de tributos”.

Apesar da lista de clientes com contas em paraísos fiscais contar com nomes conhecidos pela Justiça internacional, o ICIJ ressalta que nem todas as pessoas, empresas ou entidades mencionadas “tenham violado a lei ou tenha tido outro tipo de conduta imprópria”.

Segundo o blog do jornalista Fernando Rodrigues, do Portal UOL, autoridades brasileiras questionadas sobre o caso, afirmaram estar analisando os documentos para determinar se houve ou não ilegalidade nessas operações bancárias, e se os valores foram devidamente declarados à Receita Federal do Brasil.

Fonte: da Agência PT de Notícias e Agências

Anúncios

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: