Assinatura RSS

Arquivo do mês: outubro 2013

Opinião ## O Leilão de Libra

Publicado em

Não escrevi antes sobre este tema tão candente porque, confessadamente, estive em cima do muro da questão.

Por Saturnino Braga*

Nos meus pensamentos sobre as relações entre a ética e a política, tenho sustentado que, nos casos em que o político se sente levado a arranhar a ética (por exemplo, omitindo-se propositadamente numa questão importante), o caminho do seu reencontro moral é a confissão ex-post, com a exposição das razões da atitude. É o que quero fazer agora.

Confesso que temi que o leilão não se realizasse, tal a envergadura e a respeitabilidade das manifestações contrárias a ele, a começar pela opinião maciça do Clube de Engenharia, onde tenho amigos queridos e admiráveis, e do qual sou conselheiro. A essas manifestações somava-se o forte interesse de grandes petroleiras no insucesso do novo sistema de partilha adotado pelo Brasil.

Temi pelas consequências políticas, que os homens de ciência, como são os engenheiros em geral, positivisticamente tendem a considerar em pauta menor. O leilão era o projeto maior do governo nos últimos tempos e o seu fracasso poderia significar um desgaste politicamente fatal para a manutenção, nas eleições do próximo ano, da linha política instaurada em 2002. Isso poderia resultar, com alta probabilidade, num retorno ao sistema anterior, de concessões, na exploração do nosso petróleo, o que seria, a meu juízo, o verdadeiro desastre.

Quero dizer, muito enfaticamente, e muito seguramente, que continuo sendo a favor do monopólio da exploração pela Petrobrás, a nossa maior e mais exitosa empresa, símbolo não só do espírito de nossa nacionalidade mas de nossa competência científica, tecnológica e econômica. A Petrobrás faria sozinha, muito bem, a exploração do Pré-sal, em ritmo obviamente mais lento, tomando dinheiro no mercado com o cuidado para não ultrapassar os limites perigosos do endividamento, mas com certeza o faria muito bem, com o resultado, de longe, mais vantajoso para o Brasil em termos econômicos.

Entretanto, politicamente, o monopólio instituído por Vargas foi derrubado por aquele decretou o fim da Era Vargas, e não foi restabelecido ainda na Era Lula. O que foi politicamente conseguido, não sem dificuldades, mas com muito regozijo, comemorado como um grande avanço, foi a Lei do Pré-sal, com o regime de partilha, que prevê os leilões tal como foi feito o de Libra, e só excepcionalmente autoriza a entrega à Petrobrás sem leilão. O que foi obtido, com muitos aplausos, foi a exclusividade de operação e a participação mínima de 30% para a Petrobrás (que aliás foi ultrapassada), e o controle do ritmo de produção, pela nova estatal criada para este fim, com o máximo de encomendas colocadas nas indústrias instaladas no Brasil, e uma contribuição em impostos e royalties mais importante do que a anterior. Não é o ótimo mas é o bom; eu diria até muito bom, tendo em vista o que poderia ter ocorrido se o leilão tivesse sido impedido.

O fracasso iria levantar toda uma enorme onda de acusação de incompetência do Governo, concentrada sobre a Petrobrás, somando-se à desvalorização sofrida pela Eletrobrás, com o ressurgimento do velho argumento do petróleo sem valor nenhum debaixo da terra e do mar, uma onda alarmante certamente alavancada pela mídia, que poderia resultar na derrota eleitoral do pensamento nacionalista em 2014 e, consequentemente, na volta ao regime de concessões que o grande capital tanto deseja, entre outros retrocessos funestos.

Assim é que, pedindo desculpas aos meus amigos e correligionários nacionalistas, eu gostei do leilão, inclusive da composição do consórcio vencedor, que não configurou uma posição majoritária das estatais chinesas, que poderia trazer problemas futuros de relacionamento com esta nação que hoje já é o nosso maior e mais promissor mercado.

E viva a Petrobrás!

Só espero que não continue a subvencionar a gasolina para favorecer a indústria automobilística em detrimento da sua economia empresarial e da qualidade do ar de nossas ruas cada vez mais entupidas.

AVISO

Aproveito o e-mail deste Correio para avisar aos amigos que, como eu, ouvem e prezam a Rádio MEC, que na próxima quinta-feira, dia 31, vai realizar-se, no auditório do Arquivo Nacional, naquele belo prédio vizinho ao velho edifício onde funcionava a Rádio MRC, na Praça da República, uma grande Assembléia da Sociedade dos Amigos da Rádio MEC (SOARMEC) para decidir sobre providências urgentes e indispensáveis à sobrevivência dessa grande emissora, a mais antiga estação de rádio do Brasil, fundada por Roquete Pinto nos anos 20 do século passado e doada ao Ministério da Educação com a condição ser sempre uma emissora educativa. A entrada será livre para todos os interessados no futuro dessa grande emissora, patrimônio cultural do Brasil e do nosso Rio de Janeiro.

*É ex-senador pelo PT-RJ

Anúncios

Médicos de Cuba atenderão na Lapa pelo programa Mais Médicos

Publicado em

Programa Mais Médicos já é uma realidade na região metropolitana de Curitiba

Departamento de Comunicação Prefeitura de Lapa

Na tarde de terça-feira (29) dois médicos cubanos chegaram à Lapa, por meio do programa do governo federal Mais Médicos. Os doutores Jose Luis Milian Castro e Jose Gervasio Orta Perez vão atender respectivamente às regiões de Pedra Lisa e São Bento, dando continuidade ao objetivo da prefeita Leila Klenk, que é o de suprir a falta de médicos nas comunidades do interior do município. Eles foram recebidos na Secretaria Municipal de Saúde, pelos funcionários e enfermeiras das localidades em que irão atender.

De acordo com a secretária de Saúde, Lígia Cardieri, os médicos vêm para fortalecer o SUS e a atenção básica em saúde. Ambos chegaram no dia 02 de outubro na cidade de Guarapari-ES para aulas de português e treinamentos referentes às políticas de saúde no Brasil, assim como familiarização com a cultura.

Jose Luis Milian Castro é da cidade cubana de Ciego de Avila, exerce medicina geral há 20 anos e é mestre em Pediatria. Esteve na Venezuela, onde permaneceu durante seis anos, atendendo em periferias.

Jose Gervasio Orta Perez é de Havana, tem 24 anos de experiência em medicina geral e integral e é instrutor em atenção básica de saúde. Iniciou a emigração de Cuba também pela Venezuela, trabalhando no país por sete anos. “Estou muito emocionado por estar aqui e tenho certeza de que conseguiremos contribuir na melhora do atendimento público”, enfatiza Jose Gervasio.

Os dois profissionais foram recebidos pela prefeita Leila Klenk na tarde de quarta-feira, 30. Na oportunidade, Leila falou sobre a realidade das comunidades em que os médicos irão atuar, problemas e ocorrências mais comuns, com as quais vão se deparar daqui em diante. Após o encontro no Gabinete da Prefeitura, os médicos aproveitaram para conhecer a cidade.

Mais Médicos

O município da Lapa já foi beneficiado pelo programa do governo federal Mais Médicos no dia 17 de setembro, quando recebeu a médica portuguesa, Dra. Maria Tereza Aguiar Pereira Pestana. A médica atende nas comunidades do Passa Dois, I e II Faxinal dos Castilhos, Mato Preto Santa Regina e Mato Preto Machado.

Derosso, ex-presidente da Câmara, é procurado pela Polícia

Publicado em

Polícia Civil cumpre mandados contra Derosso e suspeitos de envolvimento em desvios na Câmara

por BandNews FM

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira (31), 18 mandados de busca e apreensão em Curitiba e outros dois municípios. A ação é para reunir provas contra os suspeitos de envolvimento nos supostos desvios de verba na Câmara de Curitiba, entre os anos de 2006 e 2011. De acordo com as denúncias, o valor desviado ultrapassa os R$ 30 milhões. Foram 15 mandados em Curitiba, dois em Pinhais, na região metropolitana, e um em Londrina, Norte do Paraná.

A operação é realizada pelo Nurce (Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos). Entre os investigados, está o ex-presidente da Casa, João Cláudio Derosso. Apesar disso, a polícia não foi até a casa dele, porque o mandado estava com o endereço errado, informado pelo advogado do suspeito. A residência na verdade é dos pais de Derosso. Setenta policiais participaram da ação. Três pessoas acabaram presas por porte ilegal de arma de fogo, e, segundo a polícia, serão liberadas após pagamento de fiança.

Em março do ano passado, João Cláudio Derosso renunciou ao cargo que ocupou durante 15 anos, após uma série de denúncias. Entre elas, a de que manteve um contrato de publicidade com a empresa da então esposa, Cláudia Queiroz, também investigada. A polícia solicitou à Justiça que fossem concedidos também mandados de prisão, no entanto o pedido foi negado.

Todo o processo corre em segredo de Justiça. A intenção da operação de hoje foi recolher indícios de que houve crime por parte dos investigados e permitir que, futuramente, o Ministério Público ofereça denúncia contra eles. O ex-presidente da Câmara e o advogado que o representa, não foram encontrados pela nossa reportagem.

Programa Bolsa Família uma alavanca para a dignidade e superação da pobreza extrema

Publicado em

O Bolsa Família é “um programa emancipador” afirmou a presidenta Dilma durante solenidade em comemoração aos 10 anos do programa

O Bolsa Família é um reconhecimento do Estado brasileiro da importância da mulher no núcleo familiar. A afirmação é da presidenta Dilma Rousseff, que participou, na quarta-feira (30), da comemoração de dez anos do Bolsa Família. Para ela, o programa é emancipador e garante às mulheres força e autonomia para prover suas famílias. Ao lembrar que 93% dos titulares dos cartões do Bolsa Família são mulheres, Dilma disse que o benefício conseguiu construir o poder feminino:

“É um reconhecimento do Estado brasileiro da importância da mulher no núcleo familiar. Uma importância que elas conquistaram. O Estado só fez reconhecer o que as mulheres conquistaram. Esta talvez seja uma grande mudança promovida pelo Bolsa Família no perfil da sociedade.”

A presidenta se disse contente ao receber na cerimônia mulheres beneficiárias do programa, que, para ela, “representam perfeitamente o espirito do Bolsa Família” e sua contribuição para a promoção do “poder feminino”. Dilma ressaltou, ainda, a capacidade de transformação social garantida pela existência de outros programas ligados ao Bolsa Família, como o Pronatec. De acordo com ela, 800 mil mulheres beneficiárias já se matricularam em cursos profissionalizantes.

Uma delas é Odete Terezinha Dela Vechio. Moradora de Guaíba, no Rio Grande do Sul, ela já fez dois cursos do Pronatec. O último, de ferreira armadora, garantiu seu atual emprego. Mãe de três filhos, Odete diz que o Bolsa Família foi um meio de mudar de vida e melhorar a situação de sua família. Hoje ela já não recebe o benefício e acredita que, daqui pra frente, o auxílio não será mais necessário.

“Hoje, eu estou aqui representando as mulheres na obra. Eu, que fui beneficiária do Bolsa Família, graças a Deus, não necessito mais. Se algum dia eu precisar, eu peço de novo. Mas eu acredito que, daqui pra frente, ele não será necessário”

Fonte: Blog do Planalto

Mercosul condena “espionagem global” dos Estados Unidos

Publicado em

O Mercosul condenou a “espionagem global” dos Estados Unidos a líderes de vários países e organizações internacionais, insistindo na necessidade de garantir a segurança das telecomunicações na região e combater as ações que ameaçam a soberania.

A condenação foi feita ontem (30), em Caracas, durante uma reunião de ministros de Relações Exteriores de países-membros do Mercosul, na qual participaram a Argentina, o Brasil, Uruguai e a Venezuela e que foi encerrada pelo Presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

“Ratificou-se a condenação da espionagem global realizada pelo governo dos Estados Unidos e foram abordadas as medidas necessárias que devem tomar os governos e os setores da nossa sociedade”, explicou aos jornalistas o ministro de Relações Exteriores venezuelano, Elías Jaúa.

Em comunicado, o Ministério de Relações Exteriores da Venezuela destaca que os países-membros do Mercosul estão “conscientes de que as ações de espionagem dos Estados Unidos se acentuam, motivando uma dura crítica mundial”.

“Os ministros comprometeram-se a formalizar a criação de uma instância permanente, dentro da estrutura do Mercosul, para prestar atenção a todos os temas derivados da segurança das telecomunicações na região e combater as ações que vulneram a soberania dos nossos países”, informa o comunicado.

Outro documento destaca que, durante a reunião, foi analisada uma proposta de diálogo do Mercosul com a Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América, a PetroCaraíbas e a Comunidade das Caraíbas.

O propósito é “avançar na construção de uma zona econômica completar, regional, para consolidar a união latino-americana e caribenha, promover o desenvolvimento integral, combater a pobreza, a exclusão social, a complementação, solidariedade e cooperação”.

Reiteraram também o interesse do Mercosul em chegar a um acordo comercial com a União Europeia.

Fonte: Lusa

NSA se infiltrou nas empresas Google e Yahoo! para coletar dados

Publicado em

Segundo denúncias, agentes americanos teriam interceptados milhões de comunicações

EFE

A Agência de Segurança Nacional (NSA) americana se infiltrou em centros de dados do Google e Yahoo! no mundo todo e reuniu assim centenas de milhões de contas de usuários, publicou nesta quarta-feira (30) o jornal Washington Post.

O diário cita como fonte documentos pertencentes ao ex-analista da NSA Edward Snowden, atualmente asilado na Rússia.

De acordo com um registro secreto datado de 9 de janeiro de 2013, a NSA envia todos os dias milhões de registros das redes internas do Yahoo! e da Google para sua sede em Fort Meade, nos arredores de Washington.

Em um período de 30 dias, a NSA processou mais de 181 milhões de novos registros, que incluem desde informação sobre remetente ou destinatário de um e-mail até dados de conteúdo.

EUA também teriam espionado o Vaticano e o Papa Francisco

Diretor de Inteligência dos EUA defende espionagem

China vai intensificar segurança após novas denúncias

A ferramenta principal da NSA para realizar essa coleta de dados é um projeto denominado MUSCULAR, operado conjuntamente com o centro de escutas britânico GCHQ, de acordo com a informação do Post.

De pontos não revelados, a NSA e o GCHQ copiam os fluxos de dados que transitam pelos cabos de fibra óptica que trasmitem as informações entre os centros globais de dados do Google e do Yahoo!.

Amparadas pela lei, a NSA e o FBI (polícia federal americana) já recebiam dados diretamente dos servidores de empresas como Microsoft, Yahoo!, Google e Facebook por meio do programa PRISM para espionar contatos no exterior de suspeitos de terrorismo.

Funcionários da Casa Branca e do escritório do Diretor Nacional de Inteligência, James Clapper, se negaram a confirmar a suposta infiltração nas redes do Google e Yahoo! por membros da NSA.

Em comunicado, o Google disse estar “preocupado” pelas denúncias de que seu tráfego de dados foi interceptado entre seus centros de dados e afirmou não ser “consciente” dessa atividade. “Durante muito tempo estivemos preocupados pela possibilidade deste tipo de espionagem”, ressaltou Google.

Já um porta-voz do Yahoo! comentou que a empresa realiza um “estrito controle” para proteger seus centros de dados e que não deu acesso “à NSA nem a nenhuma outra agência” do governo americano.

Sindicato dos Metalúrgicos de Campo Largo filia-se à CNM/CUT

Publicado em

Entidade de base é a terceira no Paraná a se filiar à Confederação cutista. Decisão foi tomada pelo compromisso da CNM com a classe trabalhadora.

image.php

A base dos metalúrgicos da CUT acaba de ganhar novos companheiros e companheiras. Na manhã desta terça-feira (29), o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Montadoras de Veículos, Chassis e Motores de Campo Largo (PR) filiou-se formalmente à Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT). Com isso, a entidade nacional da categoria passa a ter três sindicatos no Paraná (os outros dois são Ponta Grossa e Toledo).

A solenidade de filiação aconteceu na sede da CNM/CUT, em São Bernardo do Campo (SP). Os dirigentes de Campo Largo chegaram à cidade na véspera e conheceram a estrutura do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e também o modelo de organização no local de trabalho na planta da Ford.

Segundo o presidente do Sindicato paranaense, Adriano Carlesso, a decisão de filiar a entidade à CNM/CUT foi tomada especialmente por conta do forte trabalho de redes sindicais e da luta em defesa da real organização sindical nos locais de trabalho. “Nossa base tem apenas três empresas, que são multinacionais: Caterpillar, Fiat Motores e Metalsa. Para fortalecer as nossas lutas e romper o preconceito existente contra os sindicatos no Paraná, precisamos de um apoio forte e efetivo. E a CNM/CUT é a entidade nacional que vai estar com a gente nesta jornada”, afirmou Carlesso, contando que há 1.500 trabalhadores na base.

O Sindicato de Campo Largo é filiado à Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), mas não era ligado a nenhuma entidade nacional da categoria. “Havia duas opções [a outra era a confederação da Força Sindical] e optamos pela CNM por seu compromisso efetivo com as lutas dos metalúrgicos e dos trabalhadores. Temos certeza de que faremos um ótimo trabalho conjunto com a Confederação e os sindicatos de Ponta Grossa e Toledo”, destacou ainda o presidente do Sindicato.

Durante a solenidade de filiação, o presidente da Federação dos Metalúrgicos da CUT-SP, Valmir Marques, o Biro-Biro, saudou a decisão e colocou-se à disposição para contribuir com a construção de uma política para os trabalhadores do ramo naquele estado. Já o presidente da NCST do Paraná, Denilson Pestana da Costa, disse que a filiação do Sindicato à CNM vai potencializar a atuação dos diretores e globalizar a ação sindical. “O Sindicato sozinho vira presa fácil de práticas antissindicais das empresas”, avaliou.

O presidente da Confederação, Paulo Cayres, deu boas-vindas ao novo sindicato e colocou a estrutura da entidade nacional à disposição para contribuir com o aperfeiçoamento da formação dos dirigentes paranaenses e também para buscar melhores condições de salário e trabalho para os metalúrgicos de Campo Largo. “A diferença salarial ainda é grande. Enquanto um montador no ABC ganha R$ 4.400,00, no Paraná recebe R$ 1.600. Isso é um desafio que vamos enfrentar juntos”, garantiu Paulão.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Ponta Grossa, Mauro Pereira, também esteve presente na solenidade e disse que a filiação da nova entidade é motivo de orgulho. “É a finalização de um processo iniciado há algum tempo e que fortalece a CNM no Paraná. Com certeza, estamos construindo uma alternativa efetiva para criar uma federação estadual de metalúrgicos da CUT no Estado”, afirmou, lembrando que, mesmo sendo da base de outra central sindical, a Comissão de Fábrica da Volvo, em Curitiba, não está alinhada àquela central. “Ela tem lado e é o nosso”, citou Mauro para exemplificar o apoio que a CNM/CUT começa a angariar no Estado.

Paulão, por sua vez, assinalou ainda que os metalúrgicos de Campo Largo estarão ao lado da CNM/CUT também nas lutas mais gerais convocadas pelas centrais sindicais, como a que reivindica o fim do fator previdenciário, cujo prazo estabelecido pelo governo para apresentar uma contraproposta encerra-se no próximo dia 12.

Além disso, o presidente da CNM/CUT reforçou também a importância do ano que vem no calendário dos trabalhadores: “Nos últimos 10 anos o país se transformou. Ainda temos muitas reivindicações a serem atendidas, mas precisamos lembrar que os outros projetos que vão disputar as eleições não dialogam com a classe trabalhadora. Por isso, os trabalhadores terão um grande desafio, que é o de garantir a continuidade do projeto iniciado há uma década”.

Oito dirigentes do Sindicato de Campo Largo estiveram presentes ao ato de filiação, que também foi acompanhado pelo secretário geral e de Relações Internacionais da CNM/CUT, João Cayres.

Fonte: Solange do Espírito Santo – assessoria de imprensa da CNM/CUT

%d blogueiros gostam disto: