Assinatura RSS

Curitibanos rechaçam conservadorismo da TFP. Confira vídeos.

Publicado em


No final da tarde de segunda-feira(14), jovens e populares nas imediações da Praça Tiradentes, centro da cidade, rechaçaram uma manifestação de intolerância e fascismo promovida pela TFP, hoje rebatizada de Instituto Plinio Correa de Oliveira, o fundador da organização extremista. Com palavras-de-ordens homofóbicas, de ataques aos direitos das mulheres e gays, bradando bordões reacionários, os extremistas tentavam divulgar o mantra conservador e intolerante da organização pseudo-católica.

A indignação dos populares foi imediata e firme, o que impediu a continuidade da pantomima. A indignação e o protesto ganhou também as redes sociais.

Anúncios

»

  1. Pingback: Grupo homossexual agride jovens católicos em Curitiba | Regina Coeli

  2. Sou de esquerda, mas me perdoe. Se alguém ali quer chamar qualquer pessoa de fascista, tem de se olhar no espelho. Que uns sejam seguidores diretos dos neo-fascistas, e outros ajam exatamente contra a “tolerância” que pedem, só me faz pensar que ambos estão ridiculamente errados.

    Não concordo de maneira alguma com qualquer dos lados, ambos demonstraram a vileza a que são capazes de chegar, observando-se mais fontes. Todos querem se fazer de certos perante a opinião pública, mas vejo, esse confronto que houve não me provou que os homossexuais agiram mais corretamente que os pseudocristãos e extremistas enrustidos.

    Curtir

    Responder
  3. Nasci na área metropolitana de Curitiba e me orgulho da minha cidade. A pequena minoria de provocadores que insultou os jovens estudantes do IPCO não representa nosso povo. Parabens pela coragem e altaneria destes jovens que não responderam às provocações, insultos e pedradas. Participar de tal cruzada em nossos dias exige maior coragem do que a de um guerreiro medieval que simplesmente desembainhava a espada e fazia o inimigo em dois. A fé e o ardor com que defendem nobres ideais, faz juz ao nome da entidade e a seu patrono, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira.

    Curtir

    Responder
  4. O Sr. Milton é um comunista típico, nem tem o mínimo senso de moral e não existe certo ou errado pra ele, como podem perceber nas respostas dele a única coisa que sabe dizer é “eu estou do lado da democracia”.
    Então meu amigo Milton, quando democracia for cuspir, xingar e agredir pessoas que pensam contrário a minha opinião eu mudo de nome.

    Curtir

    Responder
  5. Carlos Alberto

    Reductio ad Fascistum, típico de um comuna. Quando vocês aceitarão um debate de ideias?
    A Lei de Godwin diz: “À medida que uma discussão se torna mais longa, a probabilidade de uma comparação envolvendo Hitler e os nazistas se aproxima de 1”. No entanto, a reductio ad fascistum possui uma peculiaridade incrível: ela prescinde de qualquer discussão. O único pré-requisito necessário é que o alvo da reductio ad fascistum adote qualquer comportamento ou defenda qualquer ideia que não esteja devidamente salvaguardada pela cartilha do politicamente correto, do credo progressista ou dos dogmas marxistas.

    Curtir

    Responder
  6. Jorge Saidl

    Por favor, Sr. Milton, nao diga que “curitibanos rechacam conservadorismo”… Eu sou curitibano, nao me me misture com aquele bando de desordeiros Aquilo é um magote que nao representa o modo de ser do meu Paraná. Veja um pouco os vídeos e verá que sao uns gatos pingados e nao sao “populacao” coisa nenhuma.

    Outra coisa: Quem estuda as correntes de pensamento no Brasil sabe muito bem que o Professor Plinio Corrêa de Oliveira e os movimentos por ele fundados sempre foram definidamente, indubitavelmente contrários ao comunismo e ao nazismo, ideologias, aliás, afins que só os ignorantes ou malintencionados procuram distinguir. Tachar o movimento Instituto Plinio de Correa de Oliveira de nazista é portanto uma clara acusacao falsa, um insulto.

    Curtir

    Responder
  7. Não tem como defender o indefensavel o povo não é idiota.
    População? Onde? Dá maneira como você tenta induzir o leitor dá a entender que houve uma mega mobilização por parte da população curitibana. Mas na verdade o que assistimos e constatamos claramente foi apenas uma minoria orquestrada e radicaloide regada a muito odio e intolerância contra qualquer “a” contrario as suas ideias.

    Talvez o senhor desconheça muitos gays repudiaram essa atitude violenta, intimidatoria e extremamente agressiva por parte dessa militancia bem articulada.
    Contudo, pelo que li em seus comentários, respodendo aos demais leitores, e do texto de sua autoria, deu a entender claramente que o senhor não reconhece em momento algum a violência verbal, fisica (pedrada, empurroes, cusparadas, etc) sem contar as inumeras calunias e ameaças (algumas feitas até a um palmo de distância).
    Constata-se que isto é normal para o senhor, pelo visto.
    Que tipo de democracia é essa que o senhor defende hein? Que democracia as avessas é essa?

    Abra um livro de história e procure entender de uma vez por todas o que é facismo. Facismo e nazismo estão muito mais proximos da esquerda que direita.
    Basta ler, pesquisar e estudar, mas ai já são outros quinhentos né.

    Por fim, o senhor poderia me responder uma coisa, se toda essa violência cometida pelos militantes fosse feita pela TFP o que o senhor iria dizer? Diria que foi a população curitibana que rechaçou o radicalismo facista gay? Iria omitir todos empurrões, ameaças, xingamentos e até pedrada. Será que iria omitir? Teria a mesma polidez?

    Obrigado
    Abraços

    Curtir

    Responder
  8. Luiz Alberto

    Está no título do blog desse senhor “direitos humanos”. Ora, por que o senhor Milton não defende o direito à livre expressão dos jovens que foram agredidos? Esse senhor Milton é um impostor.

    Curtir

    Responder
  9. Luiz Alberto

    “Populares”? Que espécie de jornalista é você? E que espécie de democrata é você? Você é a favor que uma corrente política seja agredida da forma como foi em Curitiba, literalmente vertendo sangue em favor da sua causa? No vídeo fica muito claro que os populares não se manifestaram contra os jovens católicos mas sim jovens de idade universitária.

    Curtir

    Responder
  10. Pingback: Catholics marching against abortion, gay agenda in Brazil attacked by violent mob

  11. Leandro Santos

    Interessante como são tão mentirosos. Pior que esses dois vídeos não mostram nem de longe o que realmente aconteceu. http://www.youtube.com/watch?v=zuxpaE759h8

    Curtir

    Responder
  12. Mas o dono desse site é muito hipócrita mesmo..

    Curtir

    Responder
  13. Sr. Milton Alves, conforme o seu apoio às atitudes violentas dos manifestantes gayzistas, que tal se eu te propor dar-te uma pedrada na tua cabeça, cusparada na tua cara e baforada de cigarro na tua fuça, só para fazer valer o MEU ponto de vista OPOSTO ao seu?

    Super democrático, não acha?

    Afinal de contas, se o sr. apoia que essa violência seja um direito dos manifestantes gayzistas, todo mundo que é contrário poderia fazer o mesmo não é?

    Ou já podemos declarar oficialmente que o Brasil não é mais uma democracia e sim uma ditadura comunista de vez?

    Mas fique tranquilo, que o que os comunas gostam de executar são os próprios partidários.

    E na boa, vi uma foto sua em Cuba, aqui no teu blog…Porque você não vai morar lá de vez, no tal paraíso comunista?

    Não quer largar a teta aqui né?
    Mas não era contra isso que seu partido sempre lutou? (ironia)
    Contra os políticos que roubam o dinheiro dos contribuintes? E agora fazem o mesmo estes políticos que você apoia.

    Curtir

    Responder
  14. O Brasil deveria adotar uma lei contra a homofobia rapidamente, nos mesmos moldes da legislaçao contra o racismo. Nao faz sentido uma manifestaçao contra os homossexuais.

    Curtir

    Responder
  15. Com todo respeito Sr. Milton, mas o senhor é muito cara de pau de apoiar esse tipo de baixaria, os manifestantes xingaram, cuspiram e bateram no pessoal do IPCO e você ainda tem coragem de postar isso aqui como se fosse uma coisa boa?
    HIPÓCRITA, queria ver se fosse ao contrário, tenho certeza que a única reação sua seria rasgar seda dizendo que cristãos são intolerantes e violentos.

    Curtir

    Responder
  16. “Fascismo”, “organização extremista”, “bordões reacionários”, “mantra conservador”: a velha técnica suja e desleal de se atribuir, deliberadamente, rótulos odiosos a uma determinada conduta, na esperança de persuadir a opinião pública a assumir seu próprio ponto de vista. Tudo que vi no vídeo foi um pequeno grupo de alguns homens defender pacificamente suas opiniões, enquanto eram agredidos e ridicularizados verbalmente por um outro grupo um pouco maior, de pessoas histéricas e claramente intolerantes.

    Curtir

    Responder
  17. Os jovens do IPCO têm razão: se a maioria ordeira e pacífica não se posicionar contra o gayzismo sofreremos uma ditadura gay – vai sobrar pedrada pra meio mundo; esses efeminados é que são intolerantes. Quanto ao Milton, não dava para esperar algo diferente de um petista.

    Curtir

    Responder
  18. não sou simpatizante da TFP… mas achei louvável a atitude dos jovens, não se rebaixaram ao nível dos pseudo intelectuais que estavam protestando (agredindo?)… e esse texto? o que é? Celebração da agressão? Da censura? Do direito de livre manifestação? o pior cego é o que não quer ver!

    Curtir

    Responder
  19. Heleno Guanabara

    Que jornalista venal! Discordo de todas as bandeiras da TFP (IPCO), mas dizer que foram eles os intolerantes chega a dar nojo, é ir contra o que as imagens mostraram. Intolerantes foram os homossexuais, isso está claro!
    Mas é típico de um socialista mentir! Para quem tiver dúvida, leiam “Os Demônios”, de Dostoiévski. Ali está a descrição perfeita do (futuro) inferno socialista que se abateria sobre a (futura) URSS. Dostoievski foi profético. O socialismo sempre se baseou em mentiras, em recontar a história. Orwell mostrou isso em “1984”, na pesada crítica que fez ao stalinismo, retratando o “paraíso” socialista – o inferno também pode ser visto no filme “A Vida dos Outros” e no nauseante “Fuga do Campo 14”.

    Dá nojo ver as pessoas defenderem o indefensável.

    Curtir

    Responder
  20. “Com palavras-de-ordens homofóbicas, de ataques aos direitos das mulheres e gays, bradando bordões reacionários, os extremistas tentavam divulgar o mantra conservador e intolerante da organização pseudo-católica.”
    Vem cá, teu eleitorado é composto só de surdos e retardados ou é todo mundo hipócrita e sem-vergonha igual tu mesmo?
    Porque é muita desfaçatez afirmar algo que é contrário ao que está patente para quem quiser assistir aos vídeos. Não sou católico ou religioso, mas também não sou alienado. Quem ataca os membros do IPCO são os gayzistas sem-vergonha, quem age com agressão e desrespeito típicos da corja vermelhinha são eles. As vítimas são justamente os membros do IPCO, que tiveram coibido seu direito de manifestar opinião graças à um bando de pervertidos.
    Para quem tiver interesse em ver o que REALMENTE aconteceu ; http://www.youtube.com/watch?v=ej819FbgDnI

    Curtir

    Responder
  21. Ops, corrreção, ele se chama Milton Alves e não Milton Neves.

    Curtir

    Responder
  22. Milton Neves, um estupido ser, imbecilizado pelo politicamente correto e incapaz de exercer a sua profissão descentemente… Faça um favor ao país, rasgue seu diploma e vire um heremita…

    Curtir

    Responder
  23. e como curitibano que sou, poibo esses jornalistazinho de dizer q o povo curitibano apoia esse tipo de ação(violenta), independente de quem seja, pois todos tem direito a opinião…

    Curtir

    Responder
  24. são capaz de gostarem, pois adoram um pau….kkkkkkkkkkkk

    Curtir

    Responder
  25. como pode alguem(com estudo) apoiar a violencia?… Como podem pedir respeito pelas suas escolhas e não respeitar as escolhas dos outros… Sempre desconfiei desses movimento gayzistas(são lobos em pele de cordeiros… Vamos fazer assim então, na proxima parada gay, vamos sentar o pau neles e ver o q acham.

    Curtir

    Responder
  26. Intolerante Milton,

    Em primeiro lugar você utiliza a expressão “fascismo”, esquecendo-se que tanto ela como o nazismo derivam-se do socialismo que matou milhões de pessoas em todo o mundo no século XX, sistema este que certamente estes gays que ali estão, junto com você e nossa “presidenta”, defendem ferrenhamente.

    Em segundo lugar a “orientação sexual” não é questão de “liberdade”, porque não se escolhe ser gay da mesma forma que se escolhe uma camiseta. Vá estudar aspectos humanos relacionados a antropologia, psicologia, filosofia, sociologia, teologia e filosofia antes de falar aquilo que não sabe. Questões sérias como esta se debatem com conhecimento de causa, não com chutes na base do “eu acho”.

    Terceiro: Voltaire, o infame, dizia, ainda que sem cumprir seu próprio ensinamento, que podia até não concordar com o pensamento alheio, mas que defenderia até a morte o direito de todos expressarem o que pensavam. Certamente nestas correntes internéticas quando chegam arquivos bobos contendo músicas ridículas com mensagens sentimentais como esta de Voltaire, o infame, você as partilha para receber uma série de “jóinhas” de seus discípulos e assim ficar com fama de um grande humanista. Porém, como todo grande humanista, a tolerância é somente para aqueles que pensam da mesma forma. Para os discordantes, “el paredon!”. Já diziam os papas do século 19 que ninguém é mais intolerante do que um liberal.

    Quarto e último: obrigado por divulgar estes vídeos. Perceba que a opinião pública, católicos não praticantes, protestantes, espíritas, sem religião, etc, estão maciçamente do lado dos jovens católicos. Este favor que faz a causa da verdadeira família não tem preço, meu caro.

    Que Deus lhe pague pelo bem que fez a nossa causa!

    E por falar em bem…passe bem! Bem longe de mim!!!

    Sandro Pelegrineti de Pontes

    Curtir

    Responder
  27. Lamentável as cenas de agressão sofridas pelos jovens desse movimento católico. Pode-se discordar das ideias, mas deve-se respeitar o “diferente”. Interessante que os intolerantes são EXATAMENTE os que exigem compreensão, aceitação e tolerância pelo fato de serem o que são e pensarem como pensam. As imagens são auto explicativas…Lamentável que se ache “normal” o fascismo de quem não tendo força para argumentar, usa a linguagem da violência como coerção.Pode se também concordar com o grupo gay, claro,mas aceitar essa forma de reação é sinal de que estamos chegando ao fundo do poço…

    Curtir

    Responder
  28. Pessoal ue visita este Blog, por favor, não adianta querer argumentar com alguém que tem um pensamento revolucionário cultural, eles simplesmente defendem em determinados momentos aquilo que lhes dará lucro, hoje são os homossexuais, mas daqui alguns dias serão vândalos, no passado forão os proletariados, e assim por diante.

    Meu caro Milton, o que o Fernando colocou está completamente certo. Se é a favor da cartilha de vocês ok, se não, que se danem.

    olhe o vídeo, ele é auto-explicativo. Mas se você não entendeu, vou descrevê-lo. Quem foi agredido verbalmente? Quem foi agredido fisicamente? Isso é democracia? No mínimo isso é uma ditadura. Lembre-se que é assim que começa, perdendo a liberdade de expressão, sem precisar ferir ou agredir alguém. (Bom mas por um intante me esqueci de que falo para alguém que não está nem aí para a liberdade e a democracia)

    Curtir

    Responder
  29. Lamentável um jornalista defender dessa forma os vândalos que lá estavam. Concordo com o debate e, sobretudo, com o respeito. O pessoal d TFP, dos quais não concordo com parte de seu ensinamento, estava proclamando valores católicos, que são sustentados pela maioria da população. O que se viu, foram selvagens, cheios de ódio e relinchos, gritando, inclusive com agressões físicas. Chamar isso de democracia, meu amigo, é de uma canalhice sem tamanho. Verdadeiro absurdo e esse dito movimento tolerante mostra todo o seu cinismo e agressividade.
    Está na hora do Brasil lutar com veemência contra isso.

    Curtir

    Responder
  30. Pingback: Catholics marching against abortion, gay agenda in Brazil attacked by violent mob (VIDEO) | News of Life and Death

  31. Pingback: Grupo homossexual agride jovens católicos em Curitiba - Rainha dos Apostolos

  32. Pingback: Grupo homossexual agride jovens católicos em Curitiba | Ribeirão Pires Resiste!

  33. por favor, cancele o comentário, eu ando meio zangada com a transformação de minha cidade amada.

    Curtir

    Responder
  34. EM PRIMEIRO LUGAR PRECISAMOS PRESTAR ATENÇÃO “A QUEM CHAMAMOS DE CURITIBANOS” – ANO QUE PASSOU ESTAVA NO COLETIVO – E UMA COBRADORA ESTAVA CONVERSANDO COM O MOTORISTA E A OUTRA COBRADORA E DIZIA” VOCES AQUI SÃO TODOS UNS B …. M… NÓS NO RIO QUEIMAMOS ÔNIBUS EM NOSSAS MANIFESTAÇÕES”…. INTERESSANTE NÃO? CURITIBA RECEBE MILHARES DE MIGRANTES PORQUE NOSSA CIDADE ERA BOA DE VIVER-SE – PORÉM TROUXERAM NA BAGAGEM A “INVEJA, A AGRESSIVIDADE, MAUS HÁBITOS , ETC…. ” PORQUE CURITIBA ESTÁ FICANDO TÃO VIOLENTA? ALGUEM SE PERGUNTOU? NATURALMENTE NÃO PODEMOS COLOCAR TODOS “MIGRANTES” NO MESMO BALAIO…. PORÉM A FORMA AGRESSIVA AO DIRIGIR – PARA ESTAS PESSOAS É NORMAL, NÃO PARA NÓS – NATIVOS DE CURITIBA.

    Curtir

    Responder
  35. claudio antonio ribeiro

    No fundo, no fundo, eles gostariam de sair do armário. Vivem todos na mais absurda solidão da desolação humana. E quero acrescentar, sou pai, avô, meus netos têm menos de 10 anos e se algum deles orientar-se sexualmente pelo mesmo gênero, isso não diminuirá em nada o amor que tenho por todos.

    Curtir

    Responder
    • miltonalves

      Amigo Claudio, obrigado por visitar o Blog. Concordo plenamente com vc. A orientação sexual é uma quastão de liberdade do individuo. Acho também que esses caras da TFP são uns reprimidos.

      Um abraço
      Milton Alves

      Curtir

      Responder
  36. Você chama de fascismo os jovens do IPCO, mas quem teve uma atitude digna de Hitler e do fascismo forma aqueles que você defende. No primeiro vídeo me impressionou bastante a coragem e altaneria dos jovens do IPCO. Parabéns a eles que souberam mostrar a hipocrisia dessa “ideologia do amor”.

    Curtir

    Responder
    • miltonalves

      Amigo Fernando, obrigado por visitar o Blog. Eu estava lá e vi tudo. Estou do lado da democracia contra a TFP. Vela e leia a matéria.

      Um abraço

      Milton Alves

      Curtir

      Responder
      • Eu trabalho em um prédio em frente a praça Tiradentes. Também vi o que aconteceu e que tipo de gente você considera como representante de Curitiba e os meios que eles utilizaram para impedir a manifestação daqueles jovens.

        Aliás, sua democracia tem meios muito estranhos de repeitar a liberdade de expressão, certamente não é a que está na nossa constituição.

        Sinto-me envergonhado por você pensar que um bando de vândalos e Punks representam nossa querida cidade. Mas essa deve ser a base eleitoral do PT e para vocês liberdade é somente para aqueles que estão de acordo com sua cartilha.

        Curtir

        Responder
  37. De onde se tirou a informação de que os constantes no segundo video seriam gays?

    Curtir

    Responder
    • miltonalves

      Gunter, obrigado por visitar o Blog. Apenas fiz a imagem e não coloquei o título na vídeo. Veja a minha matéria e tire as conclusões. O Blog do Esmael para onde envie a imagem fez a titulação9 do vídeo. Estive lá e não sou gay, mas apoio a luta contra todo tipo de discriminação.

      Um abraço

      Milton Alves

      Curtir

      Responder
      • Não, você apóia coisa nenhuma! Aqueles jovens do IPCO sequer pronunciaram um palavrão! Agora, fazer o quê? Gente como você tem tem o Governo e sua máquina pública e ongs e fundações estrangeiras financiando toda essa violência! Agora te pergunto: aponta quando algum grupo de religioso atacou daquela maneira as passeatas de vocês? E o rapaz que recebeu um pedrada, você não conta?

        Curtir

        Responder

Manifeste-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: